FP1 Malásia – Dobradinha da Red Bull com Fernando Alonso ocupando o terceiro lugar em treino marcado por chuva

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Filament.io 0 Flares ×

O primeiro treino livre para o Grande Prêmio da Malásia que vai ocorrer na madrugada de domingo (1), começava com uma forte chuva e impossibilitava os carros de irem para a pista. O Safety Car era o único que dava as suas voltas, em busca de encontrar o momento ideal para que os pilotos fossem liberados.

Com meia hora de sessão perdida, sem nenhuma atividade na pista, finalmente os boxes eram liberados, mas os pilotos e equipes estavam extremamente cautelosos e as voltas de instalação demoraram um pouco mais para acontecer. Fernando Alonso da McLaren era o primeiro a deixar os boxes da equipe, utilizando o Halo, mas apenas na primeira volta, uma pratica comum e que já vimos acontecer várias vezes ao longo do ano.

Max Verstappen e Daniel Ricciardo da Red Bull foram os mais velozes do treino e os que mais aproveitaram a pista, melhorando os tempos a cada volta. Fernando Alonso aparecendo apenas nos minutos finais da sessão, aproveitando as melhores condições de pista e conseguindo ocupar o terceiro lugar ao marcar 1:49:719.

Pierre Gasly já assumia o comando do carro da Toro Rosso no lugar de Daniil Kvyat e Sean Galael volta a assumir o carro de Carlos Sainz como havia realizado no FP1 para o Grande Prêmio de Cingapura. De fato como a Sauber havia anunciado dias atrás, Charles Leclerc iniciava os seus treinos no lugar de Marcus Ericsson e Antonio Giovinazzi, voltava a ocupar o carro da Haas. Sergey Sirotkin era mais um dos pilotos de teste que na pista, dessa vez no lugar de Nico Hulkenberg.

Felipe Massa acabou não registrando nenhum tempo nesta primeira sessão, pois o seu carro estava apresentando um problema hidráulico.

lll Saiba como foi o FP1

O primeiro treino livre malaio começava com a presença de uma forte chuva e o Safety Car era o único carro da pista, pois se encontrava fazendo as verificações da mesma. A pista não se encontrava sob bandeira vermelha, mas a saída dos boxes não estava liberada e não tinham previsão para o começo da sessão.

Os carros foram liberados para ocupar a pista, quando meia hora do FP1 já havia passado. Fernando Alonso era mostrado com o Halo instalado no seu carro e era o primeiro a deixar os boxes da equipe, seguido pela dupla da Ferrari e todos usavam os pneus de chuva extrema.

Somente as duplas da Red Bull, Force India e Mercedes não haviam realizado a volta de instalação. Mesmo os que haviam se arriscado na pista, se limitaram a apenas uma volta.

Ocon deixava os boxes da Force India com um pouco mais de 40 minutos para o termino da sessão e era o primeiro a usar os pneus de chuva intermediaria. Logo em seguida Sergio Pérez fazia o mesmo que o companheiro de equipe, usando os mesmos compostos.

Cinco minutos após os carros da Force India realizarem a sua volta de instalação, era a vez de Daniel Ricciardo deixar os boxes da Red Bull, poupando os compostos de chuva extrema e já usando os intermediários. Sebastian Vettel aproveitava para fazer uma simulação de largada e já investia nos pneus de chuva intermediaria.

Restando um pouco mais de 30 minutos, a pista voltava a ter movimentação e os primeiros tempos passavam a ser registrados, Ricciardo tinha 1:55:601. Vettel passava a ocupar o topo da tabela, em sua primeira volta cronometrada com 1:54:463.

Kimi Raikkonen passava a ocupar o segundo lugar com 1:54:884 e Lewis Hamilton era o quarto com 1:56:089. Daniel Ricciardo assumia o primeiro lugar com 1:53:103, mas pouco depois o seu companheiro de equipe, Max Verstappen tinha 1:51:201.

Sergey pouco depois de ser avisado sobre a temperatura baixa dos pneus, acabava perdendo a traseira do carro, mas conseguia retornar para a pista.

A pista e os tempos passavam a melhorar a cada volta e Ricciardo tinha 1:51:763, seguido por Vettel que obtinha 1:52:859.

O pouco a pista ficava mais lotada e apenas Fernando Alonso, Felipe Massa e Jolyon Palmer não tinham tempos registrados. Ricciardo tomava o primeiro lugar do companheiro de equipe com 1:51:194 e Sebastian Vettel extravasava os limites da pista, mas tinha 1:52:594 e Bottas passava a ocupar o quarto lugar com 1:52:594.

Raikkonen conseguia superar Sebastian Vettel e marcava 1:52:408, tomando o terceiro lugar que era do companheiro de equipe. Ricciardo seguia melhorando o seu tempo com 1:50:825 e se mantinha no topo da pista.

Destaque para Sergey Sirotkin que estava no carro da Renault e ocupava o sétimo lugar com 1:53:521. Lance Stroll subia para o quarto lugar com 1:52:295 e Bottas era o terceiro com 1:52:007.

Palmer passava a ocupar o décimo lugar com 1:54:044 e Daniel Ricciardo virava 1:49:719. Os dois carros da Sauber estavam na frente da dupla da Haas, ocupando o décimo quarto e o décimo quinto lugar. Já Jolyon Palmer seguia melhorando e era o oitavo com 1:53:625.

Verstappen que estava em segundo lugar tinha 1:50:419. O estreante Pierre Gasly passava a assumir o sétimo lugar com 1:53:017.

Restando pouco mais de 5 minutos para o termino da sessão, apenas Fernando Alonso e Felipe Massa, não haviam tempos registrados, mas o espanhol ainda conseguia deixar os boxes da McLaren.

Max Verstappen mesmo escapando um pouco dos limites da pista, conseguia marcar 1:48:962 e conseguia assumir a ponta. Hamilton subia para terceiro lugar com 1:51:518, mas pouco tempo depois Fernando Alonso que havia entrado a poucos minutos na pista, tomava o terceiro lugar que o inglês ocupava com 1:50:597.

A dupla da Ferrari era a última a melhorar as suas voltas, o finlandês consegui marcar 1:50:734 e Vettel tinha 1:51:734, fincando com o quarto e o quinto lugar.

Debora Almeida

Meus olhos brilharam quando eu vi o estilo de pilotagem do Vettel ele despertou em mim o interesse pelo esporte e cada vez mais eu queria entender sobre o assunto. Fiz da RBR minha casa e meu carro favorito é a Kinky Kylie.

You May Also Like

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: