Estréia da Débora como Podcaster!

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Pin It Share 0 Filament.io 0 Flares ×

| Rubens Gomes Passos Netto – publicado em 07/09/2015

Bom dia, boa tarde e ou boa noite amigos Paddokeiros, Cabeças de Gasolinas e Diabos Necessários!!!

É para comemorar amigos, nossa colunista  Débora  Santos Almeida, vulgo Sra. Flowers, fez sua  estréia  ontem  como podcaster e com grande estilo, GP de Monza, Vettel e Massa no pódio, previsão certeira do Felipinho, praticamente, pé na porta e soco na cara, no mundo dos podcasts, sua estréia ocorreu ontem no episódio 138 do Podcast F1 Brasil, dos  nossos  amigos,  Del Valle, Valesi que contam com um time supimpa de convidados   fixos Sérgio Siverly do Boteco F1, Joshué Fusinato colunista do Podcast F1 Brasil e Fernando Brandão Campos do Instagram do Podcast F1 Brasil.

Porém, no episodio 138 em uma confraternizar de amigos, Sérgio Siverly comandou com maestria os convidados  durante  a  gravação, que foram: Fernando B. Campos, Samara Helou do Boteco F1 e a nossa colunista mas premiada em rifa  de  um  número só Débora Santos Almeida.

Nós do BP ficamos orgulhosos com o convite feito  a  nossa  colunista e com o profissionalismo e o tratamento que o pessoal    do Podcast F1 Brasil teve com um membro da nossa   equipe.

Cliquem no link – Episódio 138 do Podcast F1 Brasil – e ouçam o programa e não deixem de comentar lá no site do Podcast F1 Brasil e compartilhem com seus amigos, parentes e haters.

Um efusivo abraço Rubens

Rubens Gomes Passos Netto

“Netto”, popularmente conhecido entre os imigrantes Guaxupeanos que tocam a zueira no pequeno município de São Paulo, gosta de comprar livros e outras bugigangas que orbitam o universo da Fórmula 1, já semeava a discórdia ao aceitar o rótulo de “nerd”, quando em terras tropicais, tal rotulo era algo, um tanto quanto pejorativo aos descendentes de primatas residentes nas regiões montanhosas produtoras de café, o que julgava ser maravilhoso, ainda mais sendo um apaixonado pela Fórmula 1, fã da McLaren por paixão e pela Ferrari por criação, já que nasceu em uma família descente de italianos produtores de café e não fabricantes de macarrão, na sua pacata opinião a melhor temporada foi a 2008, já que por um infortúnio reprodutivo de seus pais não conseguiu assistir a temporada de 1986, admira e muito o Emerson Fittipaldi, tem como o carro dos sonhos o McLaren MP4/4 e sonha em um dia ou noite pilotar em Spa e provar que as teorias que não levam a humanidade a lugar algum dos quais ele defende são mais úteis que um relógio digital, salvo se for para comer um pastel de camarão acompanhado de um chopp escuro.

%d blogueiros gostam disto: