Dia 86 dos 365 dias dos mais importantes da história do automobilismo – 15 de agosto de 1971 – Coretos das praças se enchem de mimimimi, com 4 corridas de antecedência Stewart é campeão de Fórmula 1 em 1971

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Filament.io 0 Flares ×

Já me reservo hoje a escrever o texto no dia do aniversário do Jackie Stewart, o cara é um astro da Fórmula 1, tomei conhecimento de sua importância quando em 1997 Rubens Barrichello assinou contrato a então recém-criada equipe que levava o nome do tricampeão.

SF-01 o meu terceiro carro mais bonito de todos os tempos da Fórmula 1, até agora. Fonte: @Pinterest

| Dos Prolegômenos

Stewart precisa apenas de 4 pontos para ser o campeão de 1971. Fonte: @Tumblr

Reclamamos hoje de campeonatos já decididos antes do seu fim, porém não muito diferente era a temporada de 1971, onde Jackie Stewart da Tyrrell, possuía uma vantagem de 32 pontos cobre o segundo colocado Jacky Ickx da BRM, com ainda 36 pontos a serem disputados, Ickx teria que vencer as últimas quatro corridas e torcer para no máximo que Stewart, fizesse três pontos, algo impossível, pois o casamento entre Stewart e a Tyrrell foi até hoje, uma das mais vitoriosas da Fórmula 1.

Jovem Niki Lauda sobre o forte calor de Budapeste, porém não esquentou a cabeça. Fonte @FósforosIndios

Dois ex-pilotos que hoje habitam as atuais equipes e são os responsáveis por boa parte do que se vê hoje em pista, no GP da Áustria de 1971, Helmut Marko assumia um dos cockpits da equipe BRM e outro que assumia um dos carros alugados da equipe March era Niki Lauda que faria sua corrida em casa.

Helmut Marko Fonte: @Tumblr

Apesar do favoritismo, Stewart ficou apenas com a segunda colocação a pole ficou com Jo Siffert da BRM, na segunda fila Francois Cevért da Tyrrell e Clay Regazzoni da Ferrari, na terceira fila Emerson Fittipaldi da Lotus com a Ferrari de Jacky Ickx, na quarta fila as Brabham’s de Tim Schenken e de Graham Hill, por fim e não menos importante Dennis Hulme da McLaren e Reine Wissell da Lotus, fechando aqui os dez primeiros colocados.

Grid de largada. Fonte: @Tumblr

| Da Corrida

Carros alinhados para o GP da Áustria de 1971 Fonte: @GPExpert

Na largada Siffert se mantem na ponta deixando uma batalha a ser travada pela segunda posição, Stewart mantinha-se na segunda posição, com a Ferrari de Regazzoni em seu retrovisor o mesmo já via a segunda Tyrrell em seu retrovisor, que não impedia de ser atacado por Ickx que tinha que escalar uma longa distância para ainda sonhar com o título, porém já ouvia o ronco da Brabham de Schenken, via-se ali uma batalha boa, porém com um cavalheirismo que não impôs situações embaraçosas aos pilotos.

Pós largada! Fonte: @GPExpert

Primeira baixa acontece na oitava volta quando Regazzoni é obrigado a abandonar devido a uma quebra no motor, Cevért assume a terceira posição, muitos especulam se Regazzoni não saiu para auxiliar o seu companheiro de equipe.

Lotus em uma péssima temporada. Fonte: @GPExpert

Stewart segue em segundo, porém faz sinal para seu companheiro passar pois tinha problemas na caixa de direção, Siffert segue na liderança sendo caçado de longe por Cevért, Stewart em terceiro mantém Ickx em quarto e assim garantindo o título, porém na volta 31, Ickx abandona também com problemas no motor, deixando assim o caminho livre para Stewart conquistar o bi-campeonato.

Apesar da estrela, a Mercedes só retornaria ao grid como equipe em 2010. Fonte: @GPExpert

Com as quebras, Emerson Fittipaldi que vinha em uma corrida discreta já era terceiro seguido por Schenken o quarto, enquanto que Wissell e Hill disputavam a quinta colocação, a corrida seguia sem novidades até Stewart abandonar na volta 35 com problemas no semieixo, porém com 32 pontos de vantagem e apenas 27 ainda a serem disputados entre ele e Ickx, Stewart abandona já bicampeão mundial de Fórmula 1.

Pódio da vitória de Jo Siffert da BRM @GPExpert

Outra quebra iria alterar o quadro do pódio, pois Cevért abandona faltando seis voltas deixando a segunda posição livre para Fittipaldi que ainda teve chance de vencer a corrida quando o líder sofre um furo no pneu, porém a distância entre ambos era gigante permitindo que o suíço administrasse e cruza-se a primeira posição, seguido por Fittipaldi, Schenken em seu primeiro pódio, Wissel é quarto com Hill em quinto e um Henri Pescarolo chega em sexto obtendo um ponto ao jovem Frank Williams que inscreveu uma velha March para a prova.

March usada pela equipe de Frank Williams, em um ensaio ao surgimento da equipe Williams Fonte: @GPExpert

| Fora das Pistas

Há 57 anos em 15 de agosto de 1960, Elvis Presley chegou ao topo da parada americana com o single “It’s Now Or Never”:

Rubens

rubensGPnetto, sempre foi um apaixonado pela F1, em especial pela Mclaren, esta por paixão e pela Ferrari por criação, melhor temporada foi a 2008, admira e muito o Emerson Fittipaldi e tem como o carro dos sonhos o Mclaren MP4/4 e sonha em pilotar um dia em Spa.

You May Also Like

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: