Dia 78 dos 365 dias dos mais importantes da história do automobilismo – 07 de agosto de 1988, Mansell doente, manobra arriscada de Prost, mas mesmo assim Senna vence

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Filament.io 0 Flares ×

Voltamos no tempo para falar do GP da Hungria de 1988, que aconteceu dia 7 de agosto, sendo a décima competição daquele ano. O final de semana não estava sendo fácil para Nigel Mansell, que havia sido infectado com catapora, após pegar de um dos seus filhos, bem parecido com o que aconteceu esse final de semana com Gabriel Casagrande na Stock Car que estava se recuperando da catapora que foi descoberta dias depois da sua primeira vitória na categoria brasileira.

Fonte: GP Expert

Na classificação Senna levou a melhor sobre Mansell e Thierry Boutsen com a Benetton vinha na segunda fila, seguido por Ivan Capelli. Alessandro Nannini e Ricardo Patrese compunham a terceira fila. Alan Prost era sétimo, Mauricio Gugelmin oitavo e para fechar o top-10 tinhamos Gerhard Berger e Alex Caffi.

Como de praxe a corrida no circuito húngaro começaria embaixo de um calor escaldante em pleno o verão do país. Na largada Senna defendia a sua posição de Nigel Mansell, garantindo assim a liderança. Patrese pulava para terceiro e Prost caia para nono ao final da primeira volta. Capelli acabava abandonando a prova na quinta volta, logo depois do seu motor apresentar falhas o piloto precisar se dirigir para o box da equipe, de onde não saiu mais.

Fonte: GP Expert

Senna seguia pressionado por Mansell, mas na volta 12 o britânico que tentava com muito afinco conseguir a posição acabou rodando feito um pião da casa própria mais ainda assim conseguia voltar em quarto lugar. Com isso Patrese herdava o segundo lugar e Nannini vinha logo em seguida, mas na volta 24 o italiano da Benetton acabaria enfrentando problemas de sobreaquecimento e abandonando a prova. Patrese também teve problemas com o motor da sua Williams e era ultrapassado por Boutsen.

Mansell realizava a sua parada na volta 37, mas acabava voltado com um desempenho pior para a pista, efeito da infecção que havia sido acometido.

Fonte: GP Expert

Prost acabava aproveitando o azar do pessoal a sua frente para conseguir conquistar posições e na volta 42 ultrapassava Boutsen para ficar com o segundo lugar e correr atrás do brasileiro para tentar vencer a prova. Eis que na volta 47 o francês fazia uma manobra arriscada e ultrapassava o brasileiro que estava com dificuldade de passar por dois retardatários. Prost passou Senna e os outros dois, mas não contava com saída da pista e pela passagem na parte suja da mesma, que viria logo a seguir e o brasileiro conseguia retomar a posição.

Mesmo assim Prost não deixou de ameaçar Senna. Mansell não conseguiria terminar a prova e na volta 58 abandonava com problema de vibração das rodas do seu carro.

Um carro com o nosso patrocínio não poderia ficar de fora! Fonte: GP Expert

Quase no final da prova, Senna conseguia ganhar distancia de Prost e ficar a pouco mais de meio segundo na frente do francês. O pódio ainda contou com a presença de Boutsen.

l Fora da pista

Por Rubens GP Netto:

Em 07 de agosto de 1970, nascia Alberto Hinoto, ou Bento, o guitarrista dos Mamonas Assassinas, na época que os Mamonas estourou eu tinha um desejo indescritível de aprender guitarra, fiz uma de madeira e barbante e ficava em frente da TV imitando o Bento ou ligava o som e colocava a minha fita K7 para rodar e me imaginava tocando guitarra como ele, foi o meu primeiro ídolo musical!

Debora Almeida

Meus olhos brilharam quando eu vi o estilo de pilotagem do Vettel ele despertou em mim o interesse pelo esporte e cada vez mais eu queria entender sobre o assunto. Fiz da RBR minha casa e meu carro favorito é a Kinky Kylie.

You May Also Like

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: