Dia 43 de 365 dias dos mais importantes da história do Automobilismo – 03 de Julho – 30 anos de Sebastian Vettel, vida, família, música e tudo que há de bom

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Pin It Share 0 Filament.io 0 Flares ×

Todo mundo que assiste Fórmula 1 sabe quem é Sebastian Vettel e provavelmente conhece a carreira do alemão de 30 anos. Tivemos uma época em que ele era o mais jovem a fazer as coisas na Fórmula 1, onde com 19 anos, tornou-se o mais jovem a participar de um GP e pontuar; aos 21, o mais jovem a vencer uma corrida; e aos 23, o mais jovem a conquistar um título mundial. Também foi campeão também em 2010, 2011, 2012 e 2013. Ele estreou na Fórmula 1 em 2007, substituindo Robert Kubica, terminando em oitavo e marcando os primeiros pontos da carreira. Mas a intenção é contar sobre as peculiaridades dele em comemoração ao seu aniversário de 30 anos.

| Sebastian Vettel, ”Fettel”, Seb, Tião ou como você quiser chamar ele, nasceu em 3 de Junho de 1987. Filho de Norbert e Heike Vettel, nascido em Heppenheim/Alemanha. Não é filho único e nem o casula da família, Fabian ocupa esse lugar e também é piloto como o irmão e atualmente está na Audi TT Cup. Também tem duas irmãs mais velhas, Melanie que é uma dentista e Stefanie fisioterapeuta infantil de crianças com deficiência.

Vettel e sua Mãe Sra. Heike Vettel. Fonte: @Tumblr

| O alemão possui uma vida bem restrita, bem ”Family Guy” mesmo, em 2013 ele morava no interior da suíça, bem longe da Mônaco badalada que vários pilotos gostam. Pai de duas filhas e até a onde sabemos ainda ”namorado” de Hanna Parter, sua primeira e única namorada. Hanna também havia sumido das pistas e as filhas de Vettel só ficaram conhecidas depois do GP de Mônaco de 2017 quando uma foto da família acabou vazando.

Vettel e o Seu Norbert. Fonte: @Tumblr
Vettel e a esposa Hanna Parter. Fonte: @Tumblr

| Ele é cheio das superstições e anda com uma moeda da sorte na sapatilha. Em 2 de junho o Santander que é patrocinador da Ferrari, postou um vídeo dele com a moeda. Uma vez ele falou que tinha medo de gato preto e quando ainda corria na Red Bull ele andava com um porquinho de ouro no bolso do macacão também para atrair sorte.

| Famoso por apelidar os seus carros com nome de mulheres, todo o ano é esperado pelos seus fãs o nome de batismo do carro.

| Desde pequeno os seus ídolos eram os três “M’s”, Michael Schumacher, Michael Jordan e Michael Jackson. Teve o sonho de se tornar cantor como Michael Jackson  mas percebeu que não tinha voz e nem jeito.

Fonte: @UOL

| Suas músicas para correr: Bruce Springsteen – “Born in the USA”, Prince – “Little Red Corvette”, e as músicas que ele mais gostava de escutar The Stranglers – Golden Brown, Maroon 5 – Sugar, Kernkraft 400 – Zombie Nation, Philipp Dittberner – Wolke 4 e Bob Dylan – Forever Young.

| Em 2010 tamanho o sucesso do alemão e o seu jeito que encantava as pessoas, aliado à sua conquista do primeiro título, Vettel acabou recebendo uma homenagem na cidade natal e Heppenheim se tornou Vettelheim.

| Ele foi acompanhado de perto por Schumacher quando ainda era novo e teve auxilio na sua carreira. Schumi é o grande ídolo de Vettel e com certeza ele acabou sentindo o baque do acidente de Michael, não escondendo o carinho que sente por ele. Desde os seus primeiros passos rumo a Fórmula 1, ele vem seguindo o caminho que o seu compatriota deixou.

| Sua primeira vitória foi em Monza 2008 pela Toro Rosso e também a primeira vitória da equipe, se tornando o mais jovem piloto a vencer uma corrida com vinte e um anos, três meses e oito dias.

| Norbert Vettel foi piloto amador, esse lado de Seb de preservar a família vem muito do aprendizado que recebeu em casa, ”Para nós é muito mais importante a vida em família do que ficar em 1º plano na mídia”. O casal acompanhou e deu incentivo para o filho seguir o caminho das corridas, viajando de trailer, para que ele pudesse treinar. A mãe apareceu poucas vezes nos boxes, já o pai estava quase sempre do lado de Vettel. Dependeram de patrocínio para que a carreira pudesse progredir pois não tinham muitos recursos financeiros, mas deram asas ao sonho dele na medida do possível. Norbert torcia para que o filho fosse para a Ferrari e terminasse a sua carreira na escuderia italiana. O sonho se tornou realidade, mas com 30 anos e ainda um mundo de oportunidades, acredito que ele não vai encerrar suas atividades tão cedo, ainda mais com grandes chances de se tornar pentacampeão esse ano.

Vettel e o Seu Norbert. Fonte: @Tumblr

Sebastian é um piloto muito reservado, não gosta de exposição e é meio engraçado falar sobre isso nos dias de hoje, onde praticamente ninguém está escondido. Alegre, extrovertido e brincalhão são algumas palavras que os amigos e as pessoas mais próximas remetem ao alemão. Reginaldo Leme uma vez disse que Vettel era o piloto que mais parecia ter vontade de correr. Gosta de ficar com os mecânicos até tarde e ajudar no aprimoramento do carro.

Algumas pessoas já previam um comportamento mais explosivo de Vettel e compararam alguns dos seus comportamentos na pista com os de Schumacher e Ayrton Senna que conquistaram títulos causando acidentes deliberados. A batida que ocorreu em Baku no último final de semana gerou uma polêmica com enormes proporções, levando o caso a ser julgado mais uma vez, hoje (3).

Fonte: Generated by IJG JPEG Library

Minha opinião sobre, a punição que ele recebeu de 10 segundos, pode não ter sido suficiente aos olhos de muitos fãs do esporte, mas foi o que os comissários de prova decidiram em pista, acho que o assunto deveria ter sido encerrado ali, caso eles não julgassem ter ferramentas suficientes para escolher a punição ela deveria ter sido analisada depois da corrida.

Talvez em uma tentativa de atender aos fãs que queriam mais uma explicação e mais uma punição a FIA decidiu julgar o caso mais uma vez, ao meu ver não faz muito sentido, como já falei da punição que ele recebeu em pista, Vettel também teve alguns pontos retirados da carteira, correndo o risco de ficar fora de uma corrida caso algum outro incidente aconteça até o final do ano. Assim como Button disse o assunto já deveria ter morrido. Vettel não é um piloto dócil, mas ele está na disputa pelo título, isso não justifica algumas das suas atitudes, mas quem nunca tomou uma decisão de cabeça quente?

Bom de qualquer forma eu admiro ele como piloto e principalmente como pessoa, pela dedicação e cuidados que ele tem com a família. Também admiro ele pela determinação, por sempre buscar melhorar, não é à toa que ele tem quatro títulos. Uma coisa que eu falo sempre, ele não foi quatro vezes campeão porque tinha o melhor carro, mas também porque ele sempre foi um bom piloto. Um carro faz diferença sim, mas saber conduzir ele, também faz grande diferença na pista.

Feliz aniversário Sebastian Vettel.

Debora Almeida

Meus olhos brilharam quando eu vi o estilo de pilotagem do Vettel ele espertou em mim o interesse pelo esporte e cada vez mais eu queria entender sobre o assunto. Fiz da RBR minha casa e meu carro favorito é a Kinky Kylie.

%d blogueiros gostam disto: