Dia 20 de 365 dias dos mais importantes da história do Automobilismo – 10 de Junho de 2001, GP do Canadá de 2001. A Família, Ralf Schumacher, o novo campeão e os Brasileiros.

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Filament.io 0 Flares ×

| 10 de Junho, 2001.

Canadá, Montreal. Esta inquestionável temporada marcou a vida de muitas pessoas, e isto não somente por se tratar do famoso e respeitado circuito Gilles Villeneuve, mas também pelo país ser naquele ano o palco do oitavo Grande Prêmio. Certamente, posso dizer que foi um fantástico início de milênio para a equipe Ferrari, onde dos anos 2000 à 2004 garantiu através das mãos e pés do respeitado Michael Schumacher uma hegemonia de recordes surreais para o automobilismo.

Nesta corrida em especial, na primeira fila este os irmãos Schumacher, onde Michael havia feito sua pole com (1:15.782) e ao teu lado, o irmão Ralf com (1:17.328), assim ocupando o segundo lugar.

O circuito com a extensão de 4.421 metros, totalizando 305 quilômetros e 49 metros em suas 69 voltas, pode contar também com a histórica participação de 5 pilotos brasileiros em um único grid de largada, são eles:

Da esquerda para a direita: Ricardo Zonta, Tarso Marques, Enrique Bernoldi, Luciano Burti e Rubens Barrichello. Fonte: portalrace.com.br

Na largada, M. Schumacher conseguiu se manter na primeira posição, à frente de seu irmão Ralf que corria pela Williams, com o carro modelo FW23. A equipe Ferrari por sua vez, corria com o modelo F2001.

Nos bastidores, haviam especulações que os carros da Ferrari sofriam problemas de “menor autonomia dos combustíveis”, algo que devo confessar que no decorrer da temporada a Ferrari tratou de resolver muito bem. Justamente pelo fato de M. Schumacher ser imbatível e continuar sendo o grande favorito pelos resultados que vinha apresentando.

Mas nesta corrida, a Williams fez a lição de casa com R. Schumacher direitinho, optando em fazer uma segunda parada mais tardia, resultando em andar com a pista mais limpa a frente de seu irmão que havia parado. Assim, aproveitou o excelente desempenho do carro voltando a frente e vencendo a corrida.

Os brasileiros foram bem nessa corrida, Rubens Barrichello, sentiu que seu carro estava bem e acho viável ser mais ousado e nisto após ter conquistado a 4ª posição, acabou tocando na zebra e rodando sozinho no meio da pista, perdendo diversas posições. A corrida pra ele passou a ser um desafio de recuperação, onde lá na frente, aproximadamente na décima nona volta acabou se envolvendo numa batida ao desviar de Pablo Montoya. E Enrique Bernoldi, acabou parando por problemas no motor.

Os demais brasileiros, conseguiram finalizar a prova, juntamente com a espetacular dobradinha entre irmãos.

Resumindo, este grande prêmio foi uma magnífica briga entre motores Ferrari e Williams.

| Classificação Final – GP do Canadá

Fonte: gpexpert.com.br

| Curiosidades:

671º GP

2ª vitória para Ralf Schumacher

90° podium para Michael Schumacher

105ª vitória para Williams

11ª vitória para BMW como construtor de motor

30° podium para BMW como construtor de motor

69 voltas x 4.421 km – 305.049 km

Pole Position: Michael Schumacher

Volta mais rápida: Ralf Schumacher, 01:17.205

Ralf e Michael Schumacher. Fonte: crash.net
Michael, Ralf e Mika Häkkinen. Fonte: autotrader.ca

Erik Araújo

Escreve* também lá no #Medium. Torce pro #MCFC e #SEP. Joga palpites sobre #F1. E, está sempre no #Twitter.
Links:
[MEDIUM] http://medium.com/@ondeerik
[TWITTER] http://twitter.com/ondeerik

You May Also Like

%d blogueiros gostam disto: