Classificação – Hamilton leva a melhor, quebra recorde e iguala número de poles com Ayrton Senna

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Filament.io 0 Flares ×

Lewis Hamilton conseguiu a pole surpreendendo todo mundo a realizar esse feito com 1:11:459. Além disso Lewis acaba de igualar ao número de poles do seu grande ídolo Ayrton Senna e recebeu um presente inesquecível, uma réplica do capacete de Senna que foi enviado pela família do piloto brasileiro. Além disso o piloto da Mercedes acabou quebrando o recorde da pole que era de Ralf Schumacher de 2004 (1:12:275).

Vettel tentou se aproximar do inglês, mas tinha apenas uma tentativa e acabou indo com muita sede e cometendo alguns erros que custaram o tempo do primeiro e segundo setor. Vettel melhorou o seu tempo, mas ficou a 0.239 milésimos atrás de Hamilton.

Q1

Carlos Sainz e Daniil Kvyat da Toro Rosso foram os primeiros a sair dos boxes e registrar tempo, mas os dois estavam ainda distantes do que veríamos a frente. A Ferrari se antecipou e mandou os seus pilotos para a pista com pneus supermacios e Vettel marcava 1:13:787, mas Raikkonen assumia a ponta ainda que momentaneamente com 1:13:548, pois na volta seguinte Vettel melhoraria ainda mais o tempo com 1:13:046.

A Mercedes liberava os seus pilotos com os pneus ultramacios. Ocon da Force India, aparecia em terceiro com 1:13:622 e Fernando Alonso colocava a sua McLaren entre as panteras cor-de-rosa com 1:13:776. Hamilton na sua primeira volta já ocupava o segundo lugar com 1:13:076, mas Bottas superava o seu companheiro de equipe para logo em seguida assumir a primeira posição com 1:12:864. Mas ele ainda vinham em busca de reduzir ainda mais o tempo e logo a diferença entre Bottas e Hamilton ficaria em 0.007.

Stoffel Vandoorne raspava com a sua McLaren no muro. A Ferrari se mostrava tranquila e já haviam voltado para os boxes, aguardando o começo do Q2. Max Verstappen aparecia em quarto com 1:13:177 e chamava a atenção para a Red Bull Racing. Felipe Massa mostrava uma melhora com a Williams e era quinto, seguido por Sergio Pérez, Esteban Ocon e Alonso era décimo.

Faltando menos de dois minutos para a sessão acabar, Pascal Wehrlein acabou perdendo a traseira do carro na curva 1 e batendo o carro na barreira de pneus.

Eliminados do Q1

16) Stoffel Vandoorne – 1:14:182
17) Lance Stroll – 1:14:209
18) Kevin Magnussen – 1:14:318
19) Marcus Ericsson – 1:14:495
20) Pascal Wehrlein – 1:14:810

Q2

Mercedes e Ferrari mandaram os seus pilotos com pneus ultramacios. Os carros da Toro Rosso foram os primeiros a registrar tempo mas a Force India vinha logo atrás para se colocar a frente. Não demorou muito para Hamilton assumir a liderança com 1:12:496 e a disputa entre Ferrari e Mercedes começar. Raikkonen marcava o segundo tempo 1:12:580 e Bottas 1:12:584. Carlos Sainz perdia a traseira do carro no mesmo ponto que Wehrlein havia batido e por sorte não foi lançado na barreira de contenção. Vettel também pedia a traseira do carro e logo em seguida registrava 1:12:749. Os carros da Red Bull vinham logo atrás ocupando o quinto e o sexto lugar. Felipe Massa era sétimo e Alonso reclamava da falta de potência no motor e logo em seguida ia para o boxes da equipe.

Os pilotos se arriscaram a mais uma tentativa de volta rápida, menos Vettel que se mantinha nos boxes da equipe. Hulkenberg conseguia o décimo lugar e avançar para o Q3. Daniil Kvyat acabava tendo o pneu traseiro direito furado e se arrastava para os boxes da equipe.

| Eliminados do Q2

11) Daniil Kvyat – 1:13:690
12) Fernando Alonso – 1:13:693
13) Carlos Sainz – 1:13:756
14) Romain Grosjean – 1:13:839
15) Jolyon Palmer 1:13:293

Q3

Dos ponteiros Sebastian Vettel foi o primeiro a deixar o boxes da equipe e todos os pilotos apostavam nos pneus ultramacios. Vettel resgistrava 1:12:423 mas logo Lewis Hamilton pulverizava o tempo do alemão com 1:11:791 e Bottas vinha para arrancar a segunda posição de Vettel com 1:12:177. Raikkonen aparecia apenas em quarto com 1:12:472.

Sebastian Vettel tentou se igualar ao inglês e depois de uma volta rápida onde obteve 1:11:795, foi para os boxes colocar um novo jogo de pneus ultramacios e retornar para a pista. O inglês da Mercedes também fez o mesmo. Todos retornaram para a pista com apenas uma chance. Lewis vinha melhorando os seus setores e marcava 1:11:459. Vettel se mostrava muito aflito e não conseguia melhorar o seu primeiro e nem o segundo setor, o terceiro era melhor que o de Lewis mas não era suficiente para bater o número do inglês e apenas melhorou um pouco mais o seu tempo 1:11:789. Bottas ficou com o terceiro lugar e não melhorou o seu tempo.

Na entrevista Lewis recebia o capacete do seu ídolo por ter igualado ao número de poles de Ayrton Senna, primeiramente ficando sem reação e depois chorando de emoção. Aquele piloto inglês que poderia ter nascido brasileiro.

Debora Almeida

Meus olhos brilharam quando eu vi o estilo de pilotagem do Vettel ele despertou em mim o interesse pelo esporte e cada vez mais eu queria entender sobre o assunto. Fiz da RBR minha casa e meu carro favorito é a Kinky Kylie.

You May Also Like

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: