Classificação – Bottas leva a pole com Massa conseguindo se manter até o Q3

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Pin It Share 0 Filament.io 0 Flares ×

Na última sessão de classificação do ano, já que a Fórmula 1 está se despedindo de 2017 neste final de semana, Valtteri Bottas conseguiu a sua quarta pole na temporada ainda na sua primeira tentativa do Q3. Ele abortou a segunda volta, pois Sebastian Vettel, que havia concluído a sua tentativa, ficou com a terceira posição e não tinha mais chances de ameaçar as Mercedes. Hamilton acabou cometendo alguns erros na sua última volta e ficou com a segunda posição. 

O primeiro lugar do finlandês da Mercedes é uma boa posição, caso Sebastian Vettel tenha algum problema na corrida, já que o segundo lugar no campeonato ainda está em aberto, com uma diferença de 22 pontos entre eles. 

Felipe Massa conseguiu se manter na disputa até o Q3, para participar do que será a sua última disputa na Fórmula 1. No entanto, lembramos que a vaga do piloto brasileiro na Williams ainda está em aberto, pois Robert Kubica ainda não foi oficialmente confirmado como o substituto de Felipe. Massa não nega o seu desejo de permanecer na equipe, mas sabemos que fatores como dinheiro e patrocínio estão sendo extremamente valiosos para a Williams. Se quiser saber um pouco mais sobre este assunto escute o podcast sobre a entrada de Kubica na Williams ou leia nosso texto

https://twitter.com/F1/status/934417393803243520

A corrida começa às 11 horas do horário de Brasília.

lll Saiba como foi a classificação

lll Q1

As primeiras equipes a deixaram os boxes, foram Toro Rosso, Sauber, Haas e Mercedes. Aos poucos os demais pilotos também se encaminharam para a pista já utilizando os pneus ultramacios.

Ericsson foi o primeiro a registrar tempo (1:40:692), mas aos poucos foi superado pelos demais pilotos. Hamilton assumia a ponta com 1:37:473, seguido por Bottas com 1:37:704 e Vettel que se encaixava em terceiro com 1:38:205. Ocon assumia a quarta posição com 1:38:896 e Magnussen era o quinto com 1:39:592.

Raikkonen também registrava os seus tempos, superando o companheiro de equipe para se colocar em terceiro com 1:38:119. Pérez era o sexto com 1:39:107, até que Verstappen apareceu na tabela de tempos cronometrados em quinto lugar com 1:38:419. Hamilton melhorava ainda mais o seu tempo obtendo 1:37:356.

Ricciardo dava um show, superando a dupla da Ferrari com 1:38:016, subindo para a terceira posição, mas pouco tempo depois Vettel completava mais uma volta e tinha 1:37:817, batendo o tempo obtido pelo australiano. Alonso era o nono colocado com 1:39:361, até Vandoorne subir para sétima posição com 1:38:777.

Raikkonen voltava a superar os carros da Red Bull e seu companheiro de equipe ao registrar 1:37:453.

Stroll, a dupla da Sauber e a dupla da Toro Rosso estavam ameaçados de não passar para o Q2. Felipe Massa era o décimo terceiro com 1:39:497, restando pouco mais de cinco minutos para o término da sessão. Aos poucos os pilotos começavam a recolher os seus carros, alguns para colocarem novos jogos de pneus e tentar se encaminhar para o Q2.

Verstappen seguia na pista, mesmo já estando na sexta posição, conseguia melhorar a sua volta para 1:38:021, mas sem conseguir bater o companheiro de equipe.

Da décima segunda posição para baixo, os pilotos haviam retornado para a pista com os pneus ultramacios novos. Alonso melhorava, superando Ocon e subindo para o décimo primeiro lugar com 1:38:820.

lll Eliminados

16) Romain Grosjean 1:39:516

17) Pierre Gasly 1:39:724

18) Pascal Wehrlein 1:39:930

19) Marcus Ericsson 1:39:994

20) Brendon Hartley 1:40:471

lll Q2

Bottas foi o primeiro a deixar os boxes da equipe, seguido por Hamilton e Kevin Magnussen, novamente eles apostavam nos pneus ultramacios. Aos poucos os pilotos foram ocupando a pista, aproveitando para rapidamente obterem os seus tempos e tentarem as 10 vagas disponíveis para o Q3.

Hamilton já assumia a ponta ao marcar 1:36:742 e Bottas vinha em segundo com 1:36:977, seguido por Vettel com 1:37:034. Raikkonen era o quarto com 1:37:464.

Hulkenberg se colocava em quinto com 1:38:138, mas pouco depois Ricciardo batia o seu tempo com 1:37:583. Verstappen era o sétimo com 1:38:143. Pérez ocupava o oitavo lugar com 1:38:359, seguido pelo companheiro de equipe com 1:38:392. Alonso era o décimo colocado com 1:38:636.

Restando pouco mais de sete minutos para o término da sessão, os pilotos retornavam para os boxes, para realizar mais uma troca de pneus, na última tentativa de passar para o Q3.

As dez primeiras posições eram: Hamilton, Bottas, Vettel, Raikkonen, Ricciardo, Hulkenberg, Verstappen, Pérez, Ocon e Alonso.

Com apenas 3 minutos para o término da sessão, todos os pilotos arriscavam mais uma volta rápida na pista, com ultramacios novos, a ideia para alguns era largar com pneus mais novos na corrida, caso atingissem uma volta melhor.

Com a bandeira quadriculada já acionada indicando o fim da sessão, Bottas melhorava o tempo mas não a posição com 1:36:882. Sainz ocupava a décima segunda posição com 1:38:725, Massa ficava com o décimo lugar 1:38:565, tirando Fernando Alonso dos dez primeiros colocados.

Pérez ainda atrapalhou Hulkenberg na última volta, o que pode gerar uma penalização para o checo.

lll Eliminados 

11) Fernando Alonso 1:38:636

12) Carlos Sainz 1:38:725

13) Stoffel Vandoorne 1:38:808

14) Kevin Magnussen 1:39:298

15) Lance Stroll 1:39:646

lll Q3

Hulkenberg, Raikkonen e a dupla da Mercedes, logo se encaminharam para a pista, para concluir a última parte da sessão.

Raikkonen foi o primeiro a ter o tempo cronometrado ao obter 1:36:985. Bottas assumia a liderança com 1:36:231 e Hamilton passava em segundo com 1:36:403. Vettel superava o companheiro de equipe com 1:36:859.

Verstappen era o quinto com 1:37:696 com Ricciardo em sexto 1:37:716. Hulkenberg era o sétimo com 1:38:282, seguido por Ocon (1:38:450), Pérez (1:38:556) e Massa (1:39:824). Com estes resultados os pilotos retornavam para os boxes para a instalação de um novo jogo de pneus ultramacios, retornando para a pista com pouco mais de 3 minutos para o término da sessão.

Bottas novamente foi o primeiro a sair dos boxes, mas a pista era rapidamente ocupada pelos pilotos. Ocon e Bottas estavam extremamente perto na pista e o piloto da Force India começava a pegar o ar do carro do finlandês da Mercedes que estava na sua frente.

Vettel melhorava a volta para 1:36:777, mas se manteve em terceiro. Bottas não concluiu a sua volta, mas se mantinha em primeiro. Hamilton errou sua volta e se manteve em segundo. Ricciardo era o quarto colocado com 1:36:959, com Raikkonen na quinta posição.

https://twitter.com/F1/status/934422128300093441

Debora Almeida

Meus olhos brilharam quando eu vi o estilo de pilotagem do Vettel ele espertou em mim o interesse pelo esporte e cada vez mais eu queria entender sobre o assunto. Fiz da RBR minha casa e meu carro favorito é a Kinky Kylie.

%d blogueiros gostam disto: