Abreu vence com o Fan Push a segunda prova em Santa Cruz do Sul pela Stock Car

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Pin It Share 0 Filament.io 0 Flares ×

O Fan Push foi decisivo na segunda prova que aconteceu em Santa Cruz do Sul e possibilitou a vitória de Átila Abreu. O piloto da Shell V-Power deixou as marcas de azar na temporada, principalmente daquela vitória que era para ter vindo em Londrina.

Depois de se mostrar muito sábio e utilizar o Push e o Fan Push na mesma volta, para realizar a ultrapassagem em Thiago Camilo e abrir vantagem, Átila venceu a corrida.

Felipe Fraga, após realizar uma prova de recuperação na primeira prova, vinha com o carro bem detonado, mas conseguiu finalizar em terceiro, se defendendo das investidas de Marcos Gomes que vinha logo atrás.

Gomes, que venceu a primeira prova, sai do Rio Grande do Sul como o maior pontuador do dia, somando 42 pontos. Daniel Serra concluiu em quinto, mais um que realizou duas boas provas no circuito.

Rubens Barrichello, que teve problemas na primeira prova, ficou com a sexta posição, seguido por César Ramos que largou em segundo, brigou com Felipe Lapenna para tentar supera-lo e depois das trocas de pneus foram superados pelos outros competidores. Julio Campos e Vandeno Brito finalizaram o top-10.

Bia Figueiredo, Bruno Baptista, Rubens Barrichello, Nonô Figueiredo, Átila Abreu e Ricardo Maurício, foram os vencedores do Fan Push.

A pontuação, depois da conclusão da segunda corrida, mostra Serra ainda na liderança com 152, seguido por Gomes que tem uma diferença de 43 pontos para o primeiro colocado.

A Stock Car retorna no dia 5 de agosto para a disputa da Corrida do Milhão.

Saiba como foi a segunda prova

Para a largada da segunda prova, as posições eram: Felipe Lapenna na primeira posição, seguido por Allam Khodair, Cesar Ramos, Thiago Camilo, Lucas Foresti, Átila Abreu, Julio Campos, Max Wilson, Daniel Serra e Marcos Gomes.

Cacá Bueno e Bruno Baptista eram os pilotos que não iriam disputar a prova por conta do incidente que ocorreu na primeira prova. Vitor Genz e Galid Osman foram obrigados a largar dos boxes.

Lapenna conseguia se manter na ponta, em uma largada que foi marcada por vários incidentes como o de Max Wilson que perdeu posições depois de se tocar com Lucas Foresti e Julio Campos e o de Bia Figueiredo que ficara presa no barranco depois de ser acertada por Gabriel Casagrande e o Safety Car ser obrigado a entrar na pista para fazer a sua remoção.

As posições após os acidentes eram: Lapenna, Ramos, Khodair, Abreu, Serra, Campos, Gomes, Fraga e Casagrande.

Algumas gotas de chuva chegaram ao autódromo de Santa Cruz do Sul para a segunda prova, pouco antes do carro de segurança deixar a pista, restando 34 minutos para o término da sessão.

Ramos quase tomou a dianteira de Lapenna na relargada, mas errou a sua freada e o piloto da Cavalero conseguia retomar a primeira posição.

Denis Navarro fora punido por atitude antidesportiva após se tocar com Tuka Rocha. Gabriel Casagrande abandonava a prova na volta 6. E na volta seguinte a qual cumpriu sua punição, Denis Navarro era mais um que abandonava a prova. 

Após o cronômetro ajeitar as posições eram: Lapenna, Ramos, Camilo, Khodair, Abreu, Serra Gomes, Fraga e Campos. Restava pouco mais de 20 minutos para o término da sessão.

Rubens Barrichello conseguia ultrapassar Sergio Jimenez utilizando o push.

Assim que a janela dos Boxes foi ativada, Lapenna, Camilo, Ramos, Serra, Campos, Brito, Nunes, Jimenez e Rocha foram os primeiros a realizar as suas trocas. A parada era mais longa por conta do reabastecimento e da realização da troca dos pneus.

Camilo se tornava o primeiro colocado e era seguido por Abreu e Ramos. Fraga que vinha pressionando o piloto da Blau, conseguia tomar a sua posição para se tornar o terceiro colocado.

Após as paradas nos boxes, as posições eram: Camilo, Abreu, Fraga, Ramos, Serra, Lapenna, Gomes, Khodair, Campos e Barrichello.

Daniel Serra conseguia se tornar o quarto colocado na volta 20, após ultrapassar Ramos.

Lapenna era uma vítima fácil na pista e era ultrapassado por Marcos Gomes que se tornava o sexto colocado.

Abreu conseguia tomar a ponta logo depois de utilizar o botão de ultrapassagem e o Fan Push na mesma volta e começou a abrir vantagem na pista, restando pouco mais de 5 minutos para o término da sessão.

Rubens Barrichello, que era o oitavo colocado, também conseguia ultrapassar o Lapenna e começava a sua caçada em Ramos.

Marcos Gomes, restando três minutos para o término da sessão, conseguia ultrapassar Daniel Serra.

Gomes para tentar novamente chegar ao pódio, pressionava Fraga.

Abreu recebeu a bandeira quadriculada, conquistando sua décima primeira vitória. Foi seguido por Thiago Camilo e Felipe Fraga que conseguiu se manter em terceiro, mesmo se defendendo das investidas do companheiro de equipe.

lll Resultado parcial Corrida 2 – Top-10*
1.: #51 Átila Abreu (Shell V-Power)
2.: #21 Thiago Camilo (Ipiranga Racing)
3.: #88 Felipe Fraga (Cimed Chevrolet Racing)
4.: #80 Marcos Gomes (Cimed Chevrolet Racing Team)
5.: #29 Daniel Serra (Eurofarma RC)
6.: #111 Rubens Barrichello (Full Time Sports)
7.: #30 Cesar Ramos (Blau Motorsport)
8.: #110 Felipe Lapenna (Cavaleiro Contuflex)
9.: #4 Julio Campos (Prati-Donaduzzi Racing)
10.: #77 Valdeno Brito (Eisenbahn Racing Team)
*RESULTADOS SUJEITOS A VERIFICAÇÕES TÉCNICAS E DESPORTIVAS

Fonte: Stock Car
Fonte: Stock Car

Debora Almeida

Meus olhos brilharam quando eu vi o estilo de pilotagem do Vettel ele espertou em mim o interesse pelo esporte e cada vez mais eu queria entender sobre o assunto. Fiz da RBR minha casa e meu carro favorito é a Kinky Kylie.

%d blogueiros gostam disto: