21 de Fevereiro de 2016, Denny Hamlin vence a Daytona 500 – Dia 276 de 365 dias mais importantes da história do automobilismo.

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Pin It Share 0 Filament.io 0 Flares ×
Fonte: @Nascar

A equipe de Joe Gibbs e o Toyota haviam encerrado 2015 com o apoteótico título de Kyle Busch conquistado em Homestead. 2016 começou em alto estilo para o time afinal Denny Hamlin conquistou a prova mais importante da Nascar Cup, a Daytona 500. Foi a primeira vitória de uma marca não americana na prova, de quebra Joe Gibbs encerrou um jejum, desde 1993 que sua equipe não vencia esta etapa.

Fonte: @Nascar

Os Toyota Camry da equipe Joe Gibbs dominaram a prova, Kyle Busch e Denny Hamlin andaram a maior parte da prova no pelotão da frente. Formaram-se duas linhas com os pilotos literalmente empurrando uns aos outros. Na largada Chase Elliott manteve a ponta perseguido por Dale Jr. Troca de liderança na volta 4, daí em diante começaram, mais a frente foi a vez de Kyle Busch comandar o pelotão.

Fonte: @Nascar

Daí em diante um prova típica da Nascar, disputas frenéticas, trocas de posições, bandeiras amarelas e várias paradas nos boxes. Restando cerca de 20 voltas a disputa esquentou com Kevin Harvick, Denny Hamlin, Kyle Busch, Martin Truex Jr e Matt Kenseth destacando-se na luta pela vitória. Em um final eletrizante Denny Hamlin e Martin Truex Jr cruzaram a linha de chegada separados por míseros 11 milésimos de segundo. Foi a chegada mais apertada da Daytona 500 até então, Denny Hamlin entrava para o seleto hall de vencedores da corrida mais importante da Nascar Cup.

Fonte: @Nascar

lll Top 10 da Daytona 500 de 2016:

1) Denny Hamlin

2) Martin Truex Jr

3) Kyle Busch

4) Kevin Harvick

5) Carl Edwards

6) Joey Logano

7) Kyle Larson

8) Regan Smith

9) Austin Dillon

10) Kurt Busch

Fonte: @Nascar
Fonte: @Nascar

 

Cristiano Seixas

Fã hardcore de Fórmula 1, apreciador da história, números e estatísticas da categoria, mais conhecido como Mestre Cristiano Seixas, pois é um PHD e MDA em Fórmula 1 ainda é Graduado, Pós-Graduado, Mestrado e Doutorado sobre História da Fórmula 1, Wikipédia erra o Cristiano não.

%d blogueiros gostam disto: